top of page
  • Foto do escritorEquipe KW8

Deixe a iluminação em primeiro plano!

Atualizado: 7 de ago. de 2023


Abajur sobre a mesa de cabeceira

Sabe aquela parte de sua casa ou de seu apartamento que parece menos valorizada?


A solução pode ser mais simples do que parece: já parou para pensar que o tipo mais adequado de luz pode transformar sua perspectiva?


A KW8 Arquitetura tem como um de seus desafios projetar seu lar considerando a luz e as variantes dela, que podem incluir a fonte, a temperatura, o tipo de lâmpada e vários outros fatores que atuam na percepção de um ambiente agradável e até na economia de energia. Por isso, neste conteúdo, falaremos sobre Iluminação, alguns tipos, em quais contextos são recomendados e seus benefícios.

Será muito interessante para você que está buscando referências, iniciando um novo projeto ou quer mudar algo no seu atual.



O que é iluminação?

Na arquitetura, o conjunto de luzes que compõem um espaço é parte fundamental para o sucesso da estética e do conforto visual. A partir dele, podemos conhecer as dimensões e as proporções que moldam o que está ao nosso redor, bem como notar o contraste e a relação entre sombra e luz que parte dos objetos. Se forem estrategicamente posicionadas, podemos conduzir e controlar as faixas luminosas para incidirem onde queremos, evitando locais com baixa ou intensa luminosidade. Viu só como é melhor não deixar a iluminação em segundo plano?

A iluminação consiste em deixar um ambiente mais claro e, para nós, isso deve ser feito na medida certa!


Como a iluminação melhora seu ambiente.


sala com iluminação direta usando leds

A luz refletida em um objeto específico realça sua cor e o deixa com “mais vida”.

Laranja, amarelo, verde ou azul são cores das quais você talvez goste e queira utilizar em sua decoração, mas não sabe como valorizá-las.

Saiba que a luminária certa, de cor quente ou fria, pode ser sua melhor alternativa, proporcionando mais beleza para algum cômodo específico do projeto e ornando com os acabamentos, revestimentos e decoração.


É preciso conhecer muito bem as características de cada fonte de luz para não misturá-las incorretamente com as cores dos seus móveis e tecidos, por exemplo. Por isso, você pode contar com ajuda profissional e ter suas preferências direcionadas para um resultado encantador, econômico e autêntico.


A sensação de espaços mais amplos também é um efeito da luminosidade correta. A Claridade, por exemplo, é uma palavra que sempre nos remete a maior visibilidade e liberdade para agir, fazer nossas tarefas diárias sem o desconforto de um lugar escuro.


A luz certa pode melhorar também sua produtividade, pois estimula a visão e facilita o processamento das informações durante seus estudos, suas pesquisas ou sua leitura como lazer.

A Iluminação Artificial é um recurso que funciona!

Podemos considerar, por exemplo, a variação da luz natural durante o dia - seja em intensidade, seja na posição do sol, é complicado capturar todos os picos de luz, pois eles variam de acordo com o clima, com as estações e com o período do dia.

Para evitar esse esforço, a luz gerada pela energia não-natural é capaz de ajustar as temperaturas de acordo com o momento do dia ou com o clima e tornar a iluminação ideal. Além disso, os tons podem ser mais naturais, ou seja, fazerem parte de uma paleta de cores neutra que não sobrecarrega seus olhos (Poluição Visual).


Veja, agora, alguns de seus tipos:

Iluminação direta


luminária sob mesa de jantar


Também chamada de “luz dura”, pode propiciar a formação de sombras e centros luminosos.

Nessa opção, a luz é direcionada para onde você deseja dar destaque, ou seja, pode realçar a cor dos quadros, painéis e das plantas, por exemplo, em sua casa ou deixar uma composição mais nítida, como a mesa de estudo ou trabalho, bancadas e muito mais.


Se não for corretamente posicionado, pode tornar-se visualmente cansativo olhar para o foco de luz. Então, o que acha de tirar dúvidas relacionadas ao uso correto desse tipo de iluminação com a gente?

A garantia de um projeto adequado, que atenda a suas necessidades estéticas e visuais, é a personalização!


Olha só algumas opções que proporcionam a luz direta:

  • Spots - luminárias direcionáveis de luz;

  • Pendentes - luminária suspensa, presa ao teto ou pendurada em algo fixo

  • Abajures;

  • Arandelas - luminárias que ficam presas na parede. Sua reflexão cria efeitos de luz e pode ser usada como decoração;

  • Lustres - uma concentração de vários pontos luminosos suspensos. São objetos sofisticados e até majestosos, que com certeza irão chamar a atenção de quem te visitar.


Cada uma delas pode contar com fontes específicas. Por isso, é importante que você conheça não só os objetos que irão conter essa luz, mas também a melhor fonte.

LED (dispositivos semicondutores)

É uma fonte de luz que não emite alguns raios responsáveis pelo cansaço visual e até alteração nas cores que compõem o ambiente, como os infravermelhos e os ultravioletas.

  • As fitas de LED são flexíveis e compostas por placas eletrônicas com vários pontos de luz interligados.


A iluminação direta tem duas formas de dissipar seus raios de luz:

  • a Difusa: “espalha” a faixa de luz e iguala a iluminação para todos os lados, realçando formas e estruturas;

  • a Dirigida: direciona a faixa de luz e aumenta o contraste entre os objetos e seu fundo, por exemplo.

Usos e aplicações da iluminação direta

  • Escritórios

  • Salas de leitura, estudos ou de jantar

  • Bancadas de cozinhas

  • Sobre a decoração

  • Penteadeiras ou mesas de maquiagem, dentre outros ambientes que se queira destacar.

Iluminação Indireta

Iluminação indireta usando leds na sala

Nessa opção, os raios de luz são distribuídos de maneira uniforme no ambiente, ou seja, não haverá um enfoque de objetos ou pequenos espaços específicos, e sim uma luminosidade geral que é ampliada para todo o cômodo. Em apartamentos, por exemplo, ela evita o sombreamento, assim como impede um brilho exagerado num espaço pequeno que não exige muita iluminação.

Também é ideal para ambientes amplos e com um ar mais discreto, pois seu foco de luz fica oculto.


Talvez você imagine agora que as fontes de luz para esse tipo de iluminação são específicas, já que a preocupação com a suavidade é importante para não perder a harmonia das cores e da composição em geral. Veja algumas opções em comum com a iluminação direta:

  • Fitas de LED;

  • Spots de LED - Essas pequenas fontes de luz também podem incluir os LEDs em sua estrutura. São versáteis e têm vários modelos.

Usos e aplicações da iluminação indireta

A Iluminação Indireta é vantajosa em projetos residenciais e pode ser aplicada sobre gesso, tetos simples ou rebaixados, bancadas e rodapés. São muitas as alternativas!


Especificamente falando, podemos incluí-la no design de quartos e salas sem preocupações, pois esses cômodos envolvem o descanso do corpo ou da mente e pedem por uma ambientação mais aconchegante.

A iluminação se tornou parte da arquitetura

Pois é, a iluminação conseguiu se unir à forma de objetos. Existem modelos e materiais cada vez mais criativos de luminárias, sejam clássicas, rústicas, modernas… Tudo para diversificar suas ideias!

Você pode se perder nas possibilidades, mas fique tranquila(o). Como dissemos, podemos te ajudar na melhor escolha e evitar gastos em excesso devido à iluminação incorreta. Arquitetura e opções econômicas caminham juntas por projetos mais sustentáveis.


O que acha de nos acompanhar nas redes sociais?

Em nosso Instagram, temos projetos incríveis para você se inspirar: @kw8arquitetura.


Gostou desse conteúdo? Então, compartilhe com pessoas que também irão gostar!




Fontes:










8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page